25 fevereiro 2019

Como eu controlo a TAG?

Primeiramente: O que é TAG? - Transtorno de ansiedade generalizada.



Hoje em dia ouvimos tanto falar em ansiedade e simplesmente romantizamos a mesma, sendo que deveríamos temer, pois essa doença é silenciosa e afeta mais pessoas do que imaginamos. Desde que me conheço por gente sou muito ansiosa e sempre soube que isso não era normal, mas sabe quando ignoramos certas coisas achando que "vai passar"? Era assim que eu lidava. Até um dia que eu percebi que ao invés de passar, só estava piorando e afetando a minha qualidade de vida, foi quando tomei uma atitude sozinha e sem apoio de ninguém: me cuidar de verdade. Chá não resolvia mais, meditar não resolvia mais, conversar sobre não resolvia mais, então fui para a parte mais temida: remédios controlados. Falei um pouco da minha experiencia com meu antidepressivo no instagram, mas para que não viu, vamos lá:

O nome dele é ESC, é bem conhecido, e o meu é em gotas. Tomo entre 3-5 gotas todos os dias, mas ele ataca o meu sistema nervoso de uma forma que não ataca ninguém: eu simplesmente tenho dificuldade extrema em andar. Meus músculos ficam contraídos e a sensação que tenho é que as pernas estão pesando uma tonelada. Com o tempo fui percebendo que isso só acontece quando eu tomo +3 gotas por dia, então tento ao máximo me manter tranquila, continuo bebendo meus chás e fazendo minhas meditações para tomar apenas 3 gotas e não sofrer com o efeito colateral do remédio no dia seguinte.

Eu deveria fazer terapia, porém meus horários são super confusos e não consigo encaixar dentro da minha rotina ainda. Realizei algumas sessões nas férias, mas agora que as aulas voltaram estou sem 'tempo'. A terapia é fantástica e garanto que algumas pessoas superam a doença apenas com as consultas psicológicas e em alguns casos sem o auxilio de remédio.

Mas como eu realmente controlo essa doença infeliz? Praticamente já falei acima, mas é um mix de coisas: chás tranquilizantes, meditações, orações/muita fé,  conversar com pessoas que me passam tranquilidade e paz, conversar com quem passa pelo mesmo, evitar ficar no 'tédio' e sempre ter algo para fazer, metas para realizar.. E claro, o ansiolítico/antidepressivo. Não quero tomar ele por muito tempo, mas por enquanto ele tem me ajudado bastante.

Cada caso é um caso, a minha ansiedade ataca quando estou geralmente sozinha e sem 'nada para fazer' (não que ela não se manifeste em outros momentos, mas no geral é assim) então eu evito fazer as coisas que facilite que ela apareça. Infelizmente tenho picos de ansiedade praticamente todos os dias, mas antes eu tinha todos os dias, então já é um avanço, certo? <3

Você também sofre com essa bendita doença do seculo? Vamos trocar uma ideia, trocar dicas e experiências! Manda um direct la no insta (aperte aqui) que vou adorar conversar com você.

                                            instagram   facebook  ❤  skoob

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo