05 novembro 2018

Resenha: A Sutil Arte de Ligar o Foda-se


Olá amores! Quanto tempo não faço uma resenha aqui, né? Mesmo com o tempo corrido, faculdade, trabalho e tal ainda consigo ter tempo para ler! Nunca podemos deixar de lado algo que nós gostamos ein?

A Sutil Arte de Ligar o F*da-se foi o ultimo livro que eu li. Acabei comprando ele pela repercussão e porque amo ler livros de auto ajuda haha. No inicio eu estava amando, achando muito 'inovador' mas depois o livro meio que se torna repetitivo sabe? E tira boa parte da magia que ainda temos do mundo.

O livro meio que da um tapa na sua cara a cada capitulo, te lembrando que você vai morrer e para que adianta tudo isso? Se estressar e perder a cabeça em algumas situações. Achei um ponto positivo, mas dependendo do ponto de vista acho que todo mundo precisa surtar em algum momento!

"O mundo não cansa de indicar um caminho para a felicidade que se resume a mais e mais e mais: compre mais, tenha mais, faça mais, transe mais, seja mais."

Outra coisa que o autor bate muito é te lembrar o tempo todo que não existe isso de "você é especial" no ponto de vista dele, não tem como todo mundo ser especial, se não, no final, ninguém seria especial, entende? Haha Mas na minha opinião ser especial depende só de você! Se você quer se destacar em algo, ser especial, é só você querer.

"Somos programados pela natureza para ficar insatisfeitos com tudo que temos e desejar apenas o que não temos. Essa insatisfação permanente faz nossa espécie seguir lutando e progredindo, construindo e conquistando. Então, não: nossa dor e tristeza não são uma falha da evolução humana. Pelo contrário: são um recurso essencial dela"

No final das contas, é um livro válido de ser lido com maturidade para excluir coisas que não te façam bem e para relembrar que o mundo é para ser vivido! 

          instagram   facebook  ❤  skoob

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo