01 fevereiro 2018

Resenha: Mosquitolândia

Editora: Intrinseca
Autor: David Arnold
Mosquitolândia foi um livro que era para ser lido em 2017, mas que fiquei enrolando com medo de não ser bom o suficiente e digno de ser lido por mim! Haha mas me rendi e ele foi a minha segunda leitura do ano e foi bem ok.

Mary Is Malone é a protagonista e seu apelido é Mim. Uma adolescente perturbada por ter depressão, cheia de segredos e confusões. Então resolve fazer uma viagem (maneira sútil para não falar que ela foge de casa) logo após descobrir por uma conversa do seu pai e do diretor da escola que sua mãe ficou muito doente e ninguém fala nada a ela, então ela resolve ir sozinha de uma maneira muito irresponsável e corajosa descobrir o que aconteceu com sua mãe. 

"A perspectiva de um Deus existir me assusta. Quase tanto quanto a perspectiva de Ele não existir."

Durante a viagem, Mim descobre o mundo e isso ajuda no seu amadurecimento. Conhece pessoas incríveis, como Walt um garotinho muito fofo com síndrome de down e Beck que deixa o coração de Mim batendo mais forte. Conheceu pessoas ruins também, como Caleb e o Homem do Poncho, passou por experiencias incríveis e horríveis até chegar no seu destino e encontrar sua mãe e então ela entende tudo. 

"Se não está tudo certo com alguém, a conclusão logica é que está tudo errado"

Mosquitolândia é um livro muito vivo, com personagens fortes e inspiradores. Um livro que vale a pena ser lido com paciência, porque tem muita coisa para aprender com os personagens. Porém, não é meu estilo de livro então achei a leitura meio maçante e cansativa, acabei demorando para terminar o livro. Então 3 estrelinhas no Skoob! 

"Sabe, quando eu era mais nova, achava que se vivesse bastante, entenderia melhor as coisas. Mas agora sou uma senhora, Mim. E juro que, quanto mais vivo, menos as coisas fazem sentido"


                                      instagram   facebook     twitter    skoob

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo