29 outubro 2017

Resenha: Tartarugas até lá embaixo

Intrinseca
John Green

Confesso ter ficado um pouco com pé atrás quando comprei esse livro e fiquei com medo de ser bem "pombo", mas antes de qualquer coisa, permita-me dizer: fui surpreendida. 

Tartarugas até lá embaixo retrata a historia de Aza, uma menina de 16 anos que sofre de ansiedade e toc. Mas a característica mais marcante é como o querido João Verde consegue colocar em palavras exatamente como uma pessoa com ansiedade e toc se sente. Eu tenho ansiedade, embora não me orgulhe e quase choro em alguns momentos do livro por sentir a dor dela. Já li outros livros que a protagonista sofre de toc e não fui tão tocada como Tartarugas até lá embaixo conseguiu me tocar e me prender.

"Parta corações, mas não quebre promessas Holmes"

Os personagens do livro possui personalidades muito fortes e me apaixonei pelo jeitinho de Davis, que é filho de um milionário desaparecido. A historia se desenvolve quando Aza e sua melhor amiga Daisy decidem investigar o desaparecimento do pai de Davis para conseguir uma recompensa de cem mil dólares.

Daisy também é uma personagem cheia de vida e de personalidade, bem verdadeira e companheira, me identifiquei um pouco ela em alguns momentos, mas me identifiquei a maior parte do tempo com Aza. 

"Talvez você já tenha se apaixonado. Estou falando de amor de verdade, do tipo que minha avó descrevia recorrendo á segunda carta de apostolo Paulo aos corintios, aquele amor gentil e paciente, que não tem inveja nem se enaltece, que tudo sofre, tudo cre e tudo suporta. Não sou de usar em vão a palavra que começa com A, dado que é um sentimento raro e precioso e que não deve ser banalizado. É possivel levar uma vida feliz sem jamais conhecer o amor verdadeiro, mas tive a sorte encontrá-lo em Harold."

Não quero falar muito, porque quero que vocês sintam a magia do livro assim como eu senti. Tartarugas até lá embaixo se tornou um dos meus livros preferidos e o meu preferido de John Green.

                                               instagram   facebook     twitter  ❤ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo