09 dezembro 2015

Ultima página do meu diário 2015.


No ano passado, eu fiz um texto aqui sobre o final do ano e repercutiu bastante. (Leia ele aqui.) Então quis escrever esse e mesmo que ninguém leia, ou que mais gente do que eu espero leia, seja uma forma de agradecer ao mundo por me deixar viver nele.

Esse ano não foi melhor do que o ano de 2014, nem pior. Foi um ano diferente, como todos os anos são diferentes. As mudanças que eu realizei no ano passado ajudaram em todas as conquistas desse ano.

Depois de anos falando que eu queria cursar Direito, em 2015 eu soube o que realmente eu ia querer para 2016 e os próximos anos. Passei no vestibular de fisioterapia e estou encantada com a minha futura profissão. Recuperei todo o tempo perdido em relação ao colégio e estou muito orgulhosa de mim mesma.

Como citei no texto do ano passado, 2014 foi o ano que me reaproximou dos livros e que eu me reaproximei de mim mesma. Não consegui ler 100 livros como planejei, mas li um numero convincente.

Não seja uma daquelas pessoas que dizem que o ano não valeu de nada. Agradeça ao seu santo, ao seu Deus, ou o que você acredita ser um força superior, apenas agradeça, porque todo ano é valido. Todo dia é valido, cada segundo é valido. Se a maioria das coisas de 2015 não te fez feliz, faça com o que em 2016 essas mesmas coisas te levem a caminhos agradáveis. E eu sei que falei isso no texto do ano passado, mas vale reforçar sempre.

A vida é muito boa para ser vivida!

                                       instagram   facebook   tumblr     twitter  ❤ 

snap: brendaianca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo